Oito dicas para começar a vender para o exterior

Para exportar, você não precisa necessariamente ter uma empresa de médio ou grande porte. Mesmo sendo pequeno, você pode estar apto a vender suas mercadorias no exterior. Para isso, você precisa se atentar a diversos fatores. A Linkmex dá 8 dicas para quem deseja começar a exportar e continua com dúvidas sobre o processo. Para conferir os 8 passos principais para ganhar destaque na exportação, continue lendo este artigo! 

  1. Ofereça diferenciais

Conhecer e valorizar o seu produto ou serviço é essencial para se destacar dentro do mercado do comércio exterior. Além disso, é importante entender a importância que ele teria no exterior. 

O que sua mercadoria oferece de novo? Será que você está inovando naquele mercado? Você estudou a tradição de produtos do seu país? Se sim, você pode apostar nisso. O que importa é achar um jeito de ser diferente do comum.

  1. Trace estratégias

É sempre importante ter um plano de negócios para traçar suas estratégias de exportação. Por isso, é importante estudar seus objetivos e defini-los de forma realista e estratégica.

  1. Estude bem o mercado

Antes de exportar, é importante você estudar o destino que você escolheu para suas mercadorias. É indicado dar prioridade aos mercados com demanda identificada e que sejam adequados aos seus produtos. Leve em conta moeda, posição geográfica e relevância ao avaliar quais mercados são mais propensos a aceitar bem os seus produtos.

  1. Faça pesquisa de mercado

Após identificar possíveis destinos para exportação, é essencial que você faça uma boa pesquisa de mercado sobre cada uma das possibilidades. Leve em conta o tamanho do mercado (e da oportunidade), quem são os principais concorrentes e potenciais parceiros.

Para isso, você pode conversar com a Linkmex, que oferece uma assessoria aduaneira para te indicar os melhores caminhos para o seu negócio. 

  1. Proteja sua propriedade intelectual

Após identificar o mercado, é importante que você se certifique de registrar a patente de todos os seus designs, marcas e domínios no país de destino de suas exportações.

  1. Crie bons relacionamentos

Ao entrar no mercado, você pode reparar que todos os países possuem organizações financeiras que lidam com as exportações. Por isso, é importante você criar vínculos positivos com essas instituições, como as câmaras de comércio, Todos os países têm organizações financeiras que estimulam negócios exportadores. 

Além disso, contratar profissionais que possuem experiência no ramo da exportação é uma boa ideia. Contratar uma trading que já te entregue bons contatos de fornecedores é ideal. 

  1. Entregue sua mercadoria com responsabilidade e proatividade

Por último, mas não menos importante, é essencial que você tenha uma boa logística para atender às demandas dos consumidores. Você tem capacidade para armazenar mercadorias? Você tem noção de frete? Possui armazém qualificado para o seu tipo de mercadoria? Se as respostas forem positivas, você está pronto para entrar no ramo da exportação. 

  1. Tenha conhecimento dos documentos exigidos pela lei

Na exportação, são exigidos documentos importantes para que sua operação flua naturalmente. Por isso, contratar uma trading com experiência pode agilizar estes processos. A Linkmex oferece uma assessoria aduaneira desde à separação de documentos até a logística do seu negócio. 

Ficou com dúvidas? Entre em contato com a nossa equipe de especialistas!

Por Julia Onorato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *