Quais são os modelos de importação?

Com um mercado saturado, muitas empresas procuram, no comércio exterior, um produto novo para incrementar seu portfólio. Porém, é preciso ter um certo conhecimento sobre o comércio exterior para que você não tenha dores de cabeça. 

Pensando nisso, a Linkmex decidiu esclarecer quais são os modelos de importação que existem hoje. Cada uma delas foi pensada para atender as demandas e as situações das empresas.

Atualmente, existem três modalidades com suas particularidades. Confira! 

1) IMPORTAÇÃO POR CONTA E ORDEM DE TERCEIROS

É muito comum as empresas optarem por essa opção quando decidem iniciar suas operações na importação. Este tipo de importação se destaca pela grande vantagem que oferece se comparada com as demais. A grande vantagem é que a Importação Por Conta e Ordem de Terceiros oferece às empresas a oportunidade de fazer a operação de forma terceirizada, com a contratação de uma trading. 

É a trading company que realizará a compra, o transporte e o despacho aduaneiro das mercadorias desejadas, entregando para o cliente final do processo, os produtos já nacionalizados. O contrato pode abranger ainda mais áreas como cotações de preços, fretes e intermediações comerciais. 

Essa modalidade favorece ambas as partes envolvidas no negócio, pois não oferece riscos para a importadora e mantém sua empresa focada somente nas áreas que possui experiência e capacidade de operar.

2) IMPORTAÇÃO POR ENCOMENDA

A Importação por Encomenda pode ser considerada como a mais arriscada entre as três modalidades de importação. Isso se explica, pois, toda a operação é efetuada pelo importador e com os seus próprios recursos para, só depois disso, ser revendida para o cliente.

É a importadora que se encarrega de fazer a aquisição das mercadorias no exterior, dar todo o suporte relacionado a documentação necessária para a operação e nacionalizar a carga no final da operação. No fim do processo, a mercadoria é vendida ao cliente que fez previamente a solicitação da carga.

Nessa modalidade é preciso que a importadora tenha capacidade financeira o suficiente para concluir a operação utilizando apenas o capital em seu caixa. Além disso, também é essencial que seja feita uma análise prévia do comprador para verificar se também possui capacidade e adquirir as mercadorias assim que a operação é completa, evitando possíveis perdas para a importadora.

3) IMPORTAÇÃO POR CONTA PRÓPRIA 

A Importação por Conta Própria se faz com a empresa importadora fazendo aquisição de mercadorias em mercados internacionais com seus próprios recursos, sendo a responsável pelo despacho aduaneiro da importação. 

Nessa modalidade, a empresa adquirente é o cliente final da operação. A empresa importa para seu próprio consumo ou para revenda no mercado. É importante lembrar que os custos de transporte, armazenagem e logística da operação ficam todos nas mãos da empresa importadora por conta de não existir um comprador direto. 

Essa modalidade de importação possui os conhecidos Regimes Aduaneiros Especiais, previstos na legislação, dentre eles, destacam-se:

Admissão temporária: Garante a entrada de mercadorias por tempo e motivos pré-determinados. Eles devem ter o compromisso de serem reexportados.

Depósito Alfandegado Certificado (DAC): Permite ao vendedor a estadia de suas mercadorias já comercializadas com países do exterior em local alfandegado.

Depósito Especial (DE): Suspende os tributos na estocagem de materiais de reposição ou manutenção para veículos, equipamentos e aparelhos, entre outros — sejam eles estrangeiros, nacionalizados ou não.

Drawback: Trata-se de suspensões ou isenções de tributos incidentes na importação de insumos utilizados na industrialização de produto a ser exportado.

Entreposto Aduaneiro: Possibilita o depósito temporário de mercadoria sob controle fiscal e com suspensão do pagamento de tributos.

Nós da Linkmex podemos traçar o melhor caminho para o seu negócio! Entre em contato conosco para conhecer os nossos serviços.

Por Julia Onorato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *